Três lados para uma moeda - jasmine (livro 2) por Raquel Amorim


[Comentários - 36]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Jasmine levanta da cadeira e leva o papel para o homem. Ele analisa e entrega a sua secretária que tira a cópias e devolve o original para ele, depois entregando para os presentes na sala uma cópia.

- Como podem ver, essa é a prova de que a criança Júlia é de fato uma Albuquerque, como estão vendo, filha de Jasmine Albuquerque e Bárbara Cardoso. Nesse caso, faço a vontade do falecido. - A secretária aparece com uma lixeira de alumínio. – Vou queimar o testamento 2.

- Espera, como vamos saber o que tinha nele? – Diz Fernando.

- Não saberão, esse é o objetivo, não saberem.

            E sem esperar, ele joga o envelope no recipiente, depois a mulher joga um líquido e acende o fogo, fazendo todo o documento virar pó.

- E agora vou abrir o testamento, escutem até o fim, depois podem tirar suas dúvidas. – Todos concordam e ele continua. - Eu Abelardo Albuquerque em uso de minhas faculdades mentais deixo ditas minhas ultimas vontades:

“Tendo uma quantia de um bilhão de reais, e dessa, esposa e filhos tendo direito por lei, a cônjuge recebe 20% do valor sendo esse de 200 milhões de reais, assim com os dois filhos, onde cada um recebe 10% do valor sendo esse de 100 milhões reais. Assim restando a quantia de 600 milhões de reais. Assim deixo dito que, todos os restantes dos meus bens, fora o que for por direto dos meus herdeiros, serão deixados em herança através desse testamento para Júlia Cardoso Albuquerque, única e maior beneficiária, sendo que a beneficiária é menor de idade, as duas mães, Bárbara Cardoso e Jasmine Albuquerque serão oficialmente responsáveis por todo o seu patrimônio até a criança alcançar a maior idade. Desde já esclareço que esse documento é totalmente legal, pois está oficialmente registrado e dento de todos os parâmetros da lei”.

            Todos tinham a boca aberta. Abelardo deixou sua fortuna para uma criança que nunca viu, que nunca conheceu, mas intimamente partiu chamando de neta.

- Isso é um absurdo. Ela não é nada dele. Nada! – Fernando grita, estava inconformado.

- Ela é, perante a lei ela é uma Albuquerque, filha de Jasmine Albuquerque, nesse caso neta de Abelardo Albuquerque. – O Advogado fala direto.

            Bárbara ainda analisava a situação. Ela estava alienada a todo o resto do mundo. A informação a pegou de surpresa. Na verdade, pegou todos de surpresa. Menos uma pessoa, que olhava para a filha séria. Elas se encaravam, mas palavras não precisavam ser ditas para Juliana saber que a filha a estava odiando naquele momento. 

- Você sabia não era? Você o ajudou nisso, você deu informações nossas para ele. – Ela disse com os olhos lacrimejados.

- Filha... eu..

- Você nos traiu, eu confiei em você, mas você nos traiu. Como permitiu que ele fizesse isso com a minha filha? Conosco?

- Jasmine, você nunca aceitaria, essa era a única forma de deixar tudo com você.

- Usando um bebê? Ela é uma criança. Eu não aceitaria por um motivo. Esse dinheiro só traz infelicidade, e você o jogou nas costas da minha filha, da minha filha. - Ela repete pausadamente.

- Por favor, não pense assim. Eu posso explicar.

- Eu quero você longe de nós, e eu não quero esse dinheiro.

- Você não pode recusar.

- Eu posso e eu vou. – Ela grita alto que assusta a namorada.

- Por favor, vamos embora daqui. – A ruiva disse baixo perto do ouvido da loira. Que a olha de imediato.

- Sim, vamos embora daqui.

- Senhorita Jasmine você tem que assinar.

            Apesar de tudo, ela cofiava nele, conviveu com o homem por anos, ela o encara a ele apenas assente. Jasmine pega a caneta e assina.

- Senhor Martins, você é oficialmente o meu advogado, fala por mim, resolva tudo, eu só quero ir para casa a abraçar a minha filha, só quero tê-la em meus braços.

            O homem concorda, seria antiético, mas ele resolveria isso depois, colocando seu sócio como mediador da situação, agora ele só queria tirar aquelas duas mulheres dalí, pois fora Juliana, os olhares de todos eram de fúria, e ele via Fernando a qualquer momento fazer uma besteira.

.................................................

            Bárbara dormia tranquilamente agarrada a pequena Júlia, ela precisava daquilo, quando chegou na casa a primeira coisa que fez foi correr e pegar a pequena no colo. Agora, depois de chorar conseguiu dormir. Já eram 15:00 horas. Jasmine estava no escritório com o amigo, contou tudo a ele.

- Deus! E eu pensava que já seria muito ruim ele deixar tudo para você, agora para a pequena?

 - Nem me fale Lucas nem me fale. Isso foi traiçoeiro até para ele. Envolver a minha filha nisso tudo, é tão...

            Ela não consegue terminar, apenas sente os braços do amigo ao redor do seu corpo. Jasmine se permite chorar em seu ombro. Aquilo tudo era uma merda total. Ele conseguiu prendê-la a aquela família de uma forma que não poderia sair, era tanto dinheiro que só de pensar ela embrulhava o estomago.

- Ele estragou tudo Lucas. Ele ferrou com tudo. – Ela fala soluçando.

- Hey, do que está falando?

- Você não viu o estado que ela estava? Bárbara vai me odiar por ter colado a pequena nisso, ela nunca vai me perdoar.

- Ela te ama Jas e a culpa não é sua.

- Claro que é, se não fosse por mim, ela ainda estaria em São Paulo vivendo a sua vida, simples, mas feliz. – O rapaz puxa o rosto da loira e a faz encarar.

- Se não fosse por você, talvez ela não teria a filha agora. Pare de se culpar. E isso não é o fim do mundo.

- Não, claro que não. São só fodidos 600 milhões de reais, e mais alguns milhões em imóveis e fazendas. Droga, ele não poderia se conformar em deixar só a minha parte? Poderia deixar tudo para a minha mãe se não quisesse deixar para o filho desnaturado.

- E sua mãe faria o que com tudo isso?

- E eu Lucas, eu faço o que?

- Acho que você está se precipitando, não é você que é a beneficiária, é sua filha, essa que tem outra mãe, que também pode tomar uma decisão.

- Você tem razão. – Ela suspira.

- Espere ela acordar e depois vocês conversam, irão achar uma solução.

            Ela respira fundo e concorda, a verdade é que não poderia fazer nada. Tinha que esperar sua namorada e sua filha acordarem para decidirem o que fazer, mas tudo era uma tremenda merda. 

Notas finais:

Ufa... Bom espero que estejam gostando, estamos na reta final. MAs nem tanto, tenho que ser precisa para um final, sendo que temos um livro tres e é meio óbvio que será da Beatriz, e para quem lembra dela, voltará a Clarisse, pois elas terminaram o livro 1 juntas. Então, é isso, digam o que estão achando, nos vemos em breve...



Comentários


Nome: lay colombo (Assinado) · Data: 30/08/2017 03:48 · Para: 38

Eita porra, sabia q eles iam aprontar uma dessa agora elas tem q tomar muito cuidado com o Fernando, pq certeza q ele não vai qrer deixar isso barato.

Minha Clary ta voltando ??’? espero q rolê um crossover entre a Clary e Bea com a Jas e a Barbara



Resposta do autor:

Eu também estou louca de saudades dela, prontinha para escrever dela, mas o foco será mais na beatriz, mas não pretendo separar o casal, veremos.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.