Ones musicais por Raquel Amorim


[Comentários - 64]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=tGMVsc7tPUA

 


“Eu preciso de você
Porque tudo que eu pensei

Que pudesse desfrutar da vida
Sem você não sei
Meu amanhecer é lindo
Se você comigo está
Tudo é mais bonito
No sorriso que você me dá

Eu não vivo sem você
Porque tudo que eu andei
Procurando pela vida agora eu sei
Que andei sabendo
Que em algum lugar te encontraria
Pois você já era meu e eu sabia

Como a abelha necessita de uma flor
Eu preciso de você e desse amor
Como a terra necessita o sol e a chuva
Eu te preciso
E não vivo um só minuto sem você

Eu preciso de você
Porque em toda a minha vida
Nem por uma vez amei alguém assim
Você é tudo, é muito mais
Do que sonhei pra mim
E é por isso que eu preciso de você”


 

            Ela se olha no espelho mais uma vez, seria o dia mais feliz da sua vida. Estava tudo como sempre planejou, como sempre sonhou. Ela chegou a pensar que não aconteceria, chegou a pensar que não teria aquela felicidade, mas aquela mulher a fez mudar de ideia, aquela mulher a fez repensar tudo.

- Clara...

            Fui tirava dos meus pensamentos.

- Podemos fazer a sua maquiagem?

            Sorrio de leve para a minha amiga ao sentar na cadeira deixando ela fazer o seu trabalho. Priscila é minha melhor amiga, acompanhou toda essa história de amor e ódio, porque com certeza começou com ódio. A mulher que está no quarto ao lado com certeza é o amor da minha vida, mas também foi o meu pior pesadelo, sorria fraco com as lembranças. Lembro bem, nosso ensino médio foi um porre, ela era a popular, a bad girl, pegava geral, tinha muitas garotas a querendo, eu nunca fui assim, sempre focalizei no estudo, tanto que consegui ser a médica que sempre sonhei em ser, Ortopedista. Minha segunda paixão. Bom, já dá para imaginar em como ela me infernizou, eu tentava ignorar, mas ela vinha atrás de mim, nunca tinha entendido porque ela era assim, não parecia ser uma má pessoa, na verdade ela não implicava com ninguém, o problema dela era só comigo, apenas comigo. Eu a odiava até então, mas também queria saber o motivo, então um dia eu nos tranquei no banheiro e perguntei a real, a resposta foi a mais estranha possível.

- Porque você me trata assim? Eu nunca te fiz nada, eu nem falo com você.

            Ela ficou lá, apenas parada me olhando, mas então foi se aproximando mais e mais, até que me encurralou contra a parede.

- Esse é o problema, você nunca falou comigo, e isso me intriga.

- Porque... porque eu falaria com você?

- Porque eu quero que fale, eu quero ouvir a sua voz o tempo todo, eu quero ficar perto o tempo todo, mas você nunca me deu brecha, então só encontrei essa forma de chamar a sua atenção.

- Que merda... o que você está dizendo? – Meu corpo estava tremendo, eu estava nervosa. Ela se aproximou mais e seus lindos cabelos loiros encostarem em meu rosto.

- Eu vou beijar você, se não quiser é só me empurrar.

            E tudo começou, porque eu não a empurrei e nunca faria isso, porque depois daquele dia nunca mais nos separamos, até hoje, onde iriamos selar o nosso amor para sempre, porque eu preciso dela, eu a amo, e não posso mais viver sem ela.

 - Prontinho.

            Priscila disse ao elevar o corpo e me deixar olhar no espelho, perfeito. Sofia pediu para eu deixar o cabelo solto e o pedido dela é uma ordem.

- Você está linda.

            Uma voz familiar soa pelo quarto. Era um hotel, onde foi praticamente lotado por nossos convidados. Olho para trás e vejo minha mãe, ela tinha lágrimas nos olhos.

- Mãe, não me faça borrar a minha maquiagem.

            Ela sorri fraco e vem até mim, me abraça forte e deixa um beijo em meus cabelos negros.

- Está quase na hora.

- Eu sei.

            Então volto a encarar o espelho, meu vestido branco perfeito, uma tiara e o buquê. Hoje era o dia mais feliz da minha vida. Porque eu a amo, eu preciso dela e serei sua esposa.

- Então... vocês estão...

            Ele não termina de falar, pois ao entrar logo me encara, mais lágrimas.

- Filha, você... você está linda.

- Obrigada, pai, como... como ela está? Digo, está nervosa?

- Nervosa é pouco, ela toda hora pergunta se você não desistiu.

- Desistir? Isso é até irônico.

            Todos na sala sorriem, então meu pai se aproxima e segura a minha mão.

- Hoje é o seu dia, querida, e sei que fez a escolha certa, porque aquela mulher ao lado te ama, ela te ama de uma forma inexplicável, estou orgulhoso de você, em tudo.

- Obrigada!

            É tudo que eu consigo dizer, porque agora estou indo para minha eterna felicidade.

- Chegou a hora, ela já foi, está no lugar marcado, só falta você.

            Eu aceno com a cabeça, a entrada seria igual, ela iria entrar por um lado com o pai dela e eu pelo outro, nos encontrando no meio indo juntas em direção ao altar.

- Vamos.

            Disse simples e logo saímos do quarto, minha mãe e minha melhor amiga foram para o altar, Priscila é minha madrinha. Eu respiro fundo e me posiciono, não a vejo ainda, não faço a mínima ideia de como é o seu vestido, e nem ela do meu, mas sei que de qualquer forma ela estará linda. Então a tão famosa música começou a tocar. Chegou a hora. Respiro fundo de novo e sinto o aperto da mão do meu pai em meu braço, o olho e ele sorri fraco.

- Vai dá tudo certo.

- Já está dando pai.

            Apenas sorrio e olho para frente, a cada passo que dou, sei que o destino é a minha felicidade, todos os convidados estão olhando para os lados, nas laterais na entrada do salão, então eu a vejo, inegável, linda como sempre, perfeita como sempre. Ela sorria, afinal, também era o dia mais feliz da sua vida, ela sempre deixou isso bem claro. Minhas pernas tremiam, nossos olhares não se desgrudaram, e quando menos esperei estávamos uma de frente para a outra, nossos pais trocaram um abraço, assim como fiz com meu sogro e ela fez com meu pai. Então lá estava de novo, o seu sorriso, o meu sorriso favorito.

- Oi.

- Oi.

- Então... pronta para casar?

- Sim, pronta para ser sua para sempre.

            Ela apenas sorri e beija a minha mão, então viramos para frente e caminhamos devagar, os olhares de todos eram emocionados, logo estávamos em frente ao juiz, ele nos olhou e sorriu, nossos familiares, amigos, colegas, todos presentes, eram testemunhas do nosso amor. Então o homem começou a falar, escutávamos, mas não desgrudamos nossas mãos nem um minuto. Ele falou e falou. Então chegou a hora dos votos, eu confesso que não preparei nada, acho que esse momento tem que ser algo espontâneo, vir da emoção do momento, Sofia compartilha do mesmo pensamento, por isso começa a falar, porque ela quer provar que me ama para todos.

- Clara Frazão, eu não sei nem por onde começar para mostrar quanto eu te amo, eu preciso de você, eu necessito de você porque sem você não sei mais caminhar, porque a vida não tem mais alegria sem você, porque cada amanhecer ficar mais lindo com você comigo, porque tudo fica mais maravilhoso com o seu sorriso. Eu preciso de você porque eu não vivo mais sem você, porque eu sabia que um dia te encontraria, aquele dia no banheiro da escola mudou nossas vidas, mas foi a melhor coisa que aconteceu comigo. Eu amo você, agora eu sei, você é e sempre foi minha, e daqui para frente nada mudará isso, te faço minha esposa, porque preciso de você, porque amo você, a promessa de te fazer feliz equivale à minha vida, porque você é a minha vida.

            Eu chorava, mas também sorria, porque aquela mulher maravilhosa era minha, apenas minha, eu a amo tanto que nada mudaria isso. Eu preciso dela tanto quanto ela precisa de mim, depois de me recompor e abraçá-la, começo a falar, ainda com a voz trêmula.

- Eu amo você, Sofia Mendes, amo cada detalhe seu, cada erro e acerto seu, eles te trouxeram para mim, eles te fizeram minha. Eu preciso de você, eu te necessito tanto quanto a abelha precisa de uma flor, tanto quando a terra necessita da chova e do sol, eu te preciso, porque eu não sei mais viver um minuto sem você. Eu amo tanto você, nunca amei alguém como te amo, porque você é tudo e muito mais do que sonhei para mim, muito mais do que eu pensei merecer, agora você está se fazendo minha esposa, e isso, querida, é a prova de amor maior que poderia me dá, você tem razão, aquele dia naquele banheiro mudou nossas vidas, e até hoje agradeço por ele, porque eu te amo demais, eu preciso de você, preciso de cada detalhe seu, preciso que me ame assim como eu te amo, porque eu te amo além do que palavras podem descrever.

            Ela sorria também e derramava lágrimas, mas diferente de mim, ela não se conteve em um abraço, ela me puxou para perto e me beijou. Ouvimos pessoas gritando, assobiando, aplaudindo, mas agora é o nosso momento. Então nos separamos e nos encaramos.

- Eu amo você.

- Eu amo você, Sofia.

 

            Depois disso trocamos alianças, recebemos o famoso “Eu as declaro casadas” e mais um beijo para selar o nosso amor. Sob os olhares de todas aquelas pessoas, confirmamos as palavras faladas, éramos esposas agora, éramos a necessidade uma da outra, necessidade essa que estava sendo suprida, porque nunca mais iríamos ficar longe uma da outra. 

Nome: mtereza (Assinado) · Data: 24/11/2017 19:47 · Para: 21. EU PRECISO DE VOCÊ – Maria Bethânia

Bethânia é sempre insuperável uma história com uma música cantada por ela só poderia mesmo ficar linda assim 



Resposta do autor:

Não sou fã dela, mas a música é emocionante. 



Nome: Socorro de Souza (Assinado) · Data: 24/11/2017 13:22 · Para: 21. EU PRECISO DE VOCÊ – Maria Bethânia

Chorei........................ Emoção puraaaaaaaaaaaaaaaaa.....

Olha, Clara tem umas one que dariam umas historias expectacularess.. viu ...kkkk (que tal heim?:?)

VC e d++..Parabens!! bjs



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.